Endereço

Av. Indianópolis, 1287 - Planalto Paulista
CEP 04063-002 - São Paulo - SP

Telefone

Otite é uma inflamação ou infecção no ouvido. Ela afeta partes diferentes desse órgão, sendo classificada como externa, média ou interna e, geralmente, causa sintomas, como dor, febre, secreção e redução de audição.

De acordo com médicos otorrinolaringologistas da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF), apesar de não haver dados estatísticos compilados, foi constatado um aumento no número de casos de otite em dois períodos do ano, porém de formas distintas.

No verão, as otites externas são mais comuns de serem observadas. São inflamações ou infecções que acometem o canal auditivo externo, principalmente, pelo contato excessivo com água em dias de piscina e praia, por exemplo, além da transpiração excessiva, que acaba por manter a umidade no canal auditivo.

O uso das hastes flexíveis com algodão também se intensifica e gera mais um fator de risco para infecções. Crianças que ainda não têm uma coordenação adequada da respiração, durante a natação, também apresentam mais risco de desenvolverem otites médias agudas – infecção dentro do tímpano -, pois as bactérias podem adentrar o nariz e chegar ao ouvido médio, através da tuba auditiva.

Já no inverno, são mais comuns os casos de otites médias agudas, ou seja, devido às infecções nasossinusais, com a presença de bactérias ou vírus no nariz, além da rinofaringe, a infecção pode chegar, também, à orelha média, através da tuba auditiva.

A otite interna acontece na região mais profunda do ouvido, onde fica o labirinto, uma estrutura responsável pelo equilíbrio do corpo e da audição. É um tipo de inflamação que, geralmente, é provocada por vírus ou bactérias, podendo causar sintomas, como dor de ouvido, perda de audição, problemas de equilíbrio, tontura ou zumbido.

Uma orientação: se a criança ou adulto permanecer muito tempo com a cabeça na água, em momentos de prática de natação ou lazer, os médicos recomendam o uso de tampões auriculares de silicone moldável ou macio. Não sendo possível, orienta-se apenas a secar o ouvido externamente com uma toalha macia, sem introduzi-la no canal auditivo, e jamais usar hastes flexíveis com algodão ou qualquer outro objeto para limpar ou secar os ouvidos. Já em crianças menores, na piscina, o uso de tampões nasais do tipo “nose clip” pode evitar a entrada de água contaminada no nariz.

O diagnóstico da otite é feito por um médico otorrinolaringologista, através de uma avaliação clínica. Além disso, o profissional também pode solicitar alguns exames específicos para este fim, como o de sangue, tomografia computadorizada e ressonância magnética. Portanto, qualquer um dos sintomas citados precisa de atenção, pois a otite pode causar um desconforto muito grande e precisa ser tratada de acordo com o diagnóstico médico correto.

Para conhecer outras informações, acesse nossos perfis @aborlccf e @otorrinoevoce.

COMPARTILHE:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tratamento do zumbido: tampe os ouvidos para a fake news

Dicas e cuidados para prevenir a perda auditiva