Endereço

Av. Indianópolis, 1287 - Planalto Paulista
CEP 04063-002 - São Paulo - SP

Telefone

Desde os primeiros sons emitidos por um bebê, a primeira palavra dita, ouvir por telefone aquela pessoa querida que mora distante ou até a música do(a) cantor(a) ou banda favoritos, são ações que atestam como a importância da voz é indiscutível. E, para homenagear esse poderoso meio de comunicação, todo ano, no dia 16 de abril, é celebrado o Dia Mundial da Voz.

Associações de especialistas no assunto e personalidades, famosas e anônimas, se unem para comemorar a data, disponibilizando conteúdos informativos a respeito dos cuidados necessários para a saúde da voz, e promover a conscientização e prevenção do câncer de laringe.

A voz como um poderoso meio de comunicação

A voz vai muito além de uma simples produção sonora. Ela nos apresenta ao mundo e passa informações sobre quem somos, como estamos e até de onde viemos, a exemplo do sotaque e suas variações regionais. É por meio dela que revelamos traços de personalidade, sentimentos e emoções quando nos comunicamos. Portanto, nossa voz conta nossa história!

De fato, estamos em todos os momentos passando informações a nosso respeito por meio dela. Quando alguém fala com uma intensidade maior pode passar uma mensagem de autoritarismo. Já quem não articula bem as palavras acaba transmitindo uma imagem de insegurança. Inconscientemente, consideramos uma comunicação eficiente quando voz, corpo, postura, expressões faciais e gestuais acompanham a fala em um processo harmonioso.

Você já prestou atenção se a sua voz e a forma como se expressa representam quem você é? Acredita que consegue passar tudo o que deseja de uma forma verdadeira e natural? Enfim, sua comunicação é assertiva?

Alguns cuidados necessários para manter a saúde da voz

Esse poderoso meio de comunicação merece ganhar a atenção quando não está em seu pleno funcionamento, há suspeita de alguma doença ou a intenção de melhorar o seu rendimento e poupá-lo. E esse não deve ser um objeto de preocupação apenas dos chamados ‘profissionais da voz’, como cantores(as), atores e atrizes e locutores(as), pois a voz é importante para todos nós. Abaixo, seguem alguns cuidados básicos a serem seguidos neste sentido:

  • Beba água regularmente – 7 a 8 copos por dia, em temperatura ambiente.
  • Intensifique a hidratação em ambientes com ar-condicionado, pois o equipamento pode ressecar as mucosas.
  • Procure não falar em excesso (principalmente durante quadros gripais, crises alérgicas e períodos pré-menstruais) ou por muitas horas consecutivas.
  • Articule bem as palavras.
  • Não fale mais alto do que o necessário e evite gargalhadas exageradas.
  • Evite pigarrear ou tossir para “limpar a garganta” – essa prática provoca atrito nas pregas vocais, podendo feri-las.
  • Não fume.
  • Evite bebidas alcoólicas.
  • Se está rouco(a), não fale nem sussurre. Se a rouquidão durar mais de duas semanas, procure um otorrinolaringologista.
  • Mantenha uma boa postura corporal ao falar e/ou cantar.
  • Durma bem.
  • Procure manter uma alimentação saudável, rica em frutas e proteínas.
  • Evite ingerir leite e derivados, bebidas gasosas e chocolate, antes de qualquer evento em que irá usar a voz continuamente.
  • Cuidado ao cantar inadequadamente ou abusivamente. Respeite os limites e singularidades da sua voz.

Da mesma forma que existem hábitos que são bons para a voz, outros a prejudicam. Esteja atento(a) a qualquer alteração vocal, como cansaço, ardor ou dor ao falar, falhas na voz, mudança de tom, pigarro e rouquidão.

Saúde da voz: câncer de laringe

Quando se fala em saúde da voz, é importante se atentar ao câncer de laringe. Sem dúvida este diagnóstico traz muitas incertezas ao paciente. Uma das primeiras questões que pode passar pela cabeça da pessoa com este tipo de câncer é se a fala será prejudicada, afinal, é na laringe que estão localizadas as cordas vocais, responsáveis pela emissão do som da voz.

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), cerca de 7.600 brasileiros vivenciam essa situação a cada ano. O câncer na laringe é um dos mais comuns da região da cabeça e pescoço, e atinge principalmente os homens acima de 40 anos de idade. Perder a capacidade de falar é uma das principais sequelas deste tipo de tumor maligno, causando sérios impactos na qualidade de vida e nas relações sociais do paciente.

Os principais sintomas da de um câncer de boca, faringe ou laringe são:

  • Rouquidão persistente por mais de 15 dias e resistente a tratamentos clínicos.
  • Nódulo no pescoço que não some em 15 dias.
  • Tosse.
  • Dificuldade para se alimentar.
  • Sangramentos.
  • Mau-hálito.
  • Desconforto local.

O câncer de laringe ainda é um dos mais prevalentes na população brasileira e o diagnóstico precoce é fundamental, já que as chances de cura ultrapassam os 90% quando a doença é detectada logo no início. Não espere pela dor, pois ela costuma surgir apenas nos casos de tumores em estágios mais avançados.

Cuide da sua saúde da sua voz. Procure um otorrinolaringologista!

COMPARTILHE:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Criança traqueostomizada: como cuidar

O que precisamos saber sobre a resistência bacteriana?